Há mais de 40 anos no Brasil

Desde a sua fundação em 1976, a JONHIS testemunhou um importante processo de mudanças em nosso país, já que nas décadas de 70 e 80, as barreiras que normalmente envolviam a melhoria dos processos eram muito mais difíceis de serem transpostas.

A JONHIS esteve envolvida no desenvolvimento de projetos voltados para a medição e controle de pH de processos (segmento sucro-alcooleiro), com importantes participações em grandes implantações junto a empresas brasileiras como Coperçúcar, Usina Paineiras e Usina São Manoel. Em 1980, lançou os primeiros registradores gráficos do tipo circular junto à indústrias alimentícias, especificamente em processos de cozimento de produtos enlatados em autoclaves e também armazenagem de carne bovina em câmaras de resfriados e congelados.

Na década de 90, e com investimentos voltados para a adaptação de componentes e partes, alguns registradores gráficos circulares passaram a ser fabricados especialmente para aplicações em testes hidrostáticos. Com esta adaptação, além de atender a projetos que impliquem em até 15.000 psi de pressão direta, a indústria petroquímica e empresas instaladoras de linhas subterrâneas de gás residencial, passaram a aplicar registradores JONHIS em suas instalações.

Em 1995, atenta às necessidades da indústria alimentícia, foram lançados os primeiros registradores descartáveis de temperatura, desenvolvidos para utilização em transporte de produtos sensíveis às variações de temperatura. Com atuação especializada na área de conservação de produtos em câmaras frias (refrigeração industrial) desde 1980, a JONHIS passou a investir também na cadeia de transportes refrigerados. Este segmento desenvolveu-se muito rapidamente também a partir dos conhecimentos científicos, com especial destaque na biologia. A partir desse momento, passou-se a conhecer melhor o desenvolvimento de meios bacteriológicos em alimentos, tendo como principal recurso de controle desses meios, a refrigeração adequada e bem instalada.

Com forte know-how em refrigeração industrial, em 2002 foi dado início aos trabalhos para abertura de uma linha de produtos específica voltada para os mercados de refrigeração industrial, comercial e ar-condicionado. A partir desta data, a JONHIS passou a atender a área de HVAC-R com termômetros, termostatos e umidostatos digitais. Além do emprego de uma tecnologia específica na preparação desta linha de produtos, a JONHIS passou a atender a área com uma divisão técnico-comercial especialmente preparada para trabalhar junto a este segmento de mercado.

Em maio de 2005, preocupada com a cadeia do frio, a JONHIS lançou mais uma linha de registradores gráficos digitais (data loggers), para utilização em transportes. Proveniente dos Estados Unidos, esta nova linha de data loggers tem como característica o remetente da carga não necessitar mais devolver os registradores à sua origem, já que alguns modelos desta linha também são do tipo descartáveis (one way)

Atualmente, além de dar continuidade ao processo de internacionalização de suas operações, a JONHIS está empenhada em buscar a excelência na qualidade de seus processos internos, melhorando sua relação com o mercado e ampliando sua área de atuação.